PENSADORES PROVAM: PENSAR É INÚTIL

 

 

Pensar é uma grande perda de tempo e as pessoas nem deveriam pensar nisso. É o que prova um novo estudo. O trabalho da “April First University” mostra que as pessoas perdem o sono pensando em mil problemas e soluções. Porém esquecem tudo o que pensaram logo no dia seguinte: “Se você vai esquecer o que pensou, para que pensar sobre aquilo que vai esquecer? Não perca tempo e nem pense mais, afirmam os pesquisadores.
A grande prova de que pensar é apenas uma anomalia da evolução biológica está no fato que as novas gerações já estão nascendo sem esta habilidade. A incapacidade de analisar o noticiário e eleger representantes capazes e honestos é o principal sintoma. Além disso tem crescido a massa que é facilmente manipulada pela televisão, e tem nas novelas a sua principal formação cultural.
O trabalho tem outra conclusão contundente: “Renée Descartes erra gravemente quando afirma: ‘Penso, logo existo’. Na verdade quem pensa não existe, e sim perde seu tempo, já que esquecerá o que pensou depois. E o tempo perdido é comprovadamente inexistente.
E o próprio Descartes, criador do método cartesiano de pensamento lógico, deixou de existir justamente por pensar. Convidado pela rainha Cristina da Suécia para ser o seu pensador, morreu de pneumonia em 1650 porque tinha que estar acordado diariamente às cinco da manhã, no maior frio, para pensar junto com a desmiolada monarca.
Todas as formas de pensamento como passar raiva, sentir medo ou se preocupar não passam de uma grande perda de tempo. A vida é muito curta para se preocupar com pulhas. E tudo o que você sentir ou pensar será esquecido antes que você possa dizer Pindamonhangaba. Logo você perde sua vida analisando coisas que logo esquecerá depois, acrescentam os pesquisadores.
O melhor exemplo nos é dado por certos políticos: Flagrados, fotografados, filmados e totalmente envolvidos com dólares até na cueca, eles sabem esquecer hoje o que fizeram ontem e dizem que não sabiam de nada. E voltam a fazer amanhã o que negaram hoje. Se tornam amigos hoje dos inimigos de ontem, transformando em inimigos os amigos de anteontem. E ganham as eleições e ainda são reeleitos e glorificados.
Finalizando, o melhor caminho apontado pela ciência para viver bem é este: Deixe imediatamente de pensar. E se pensar, esqueça o que pensou.
ENTENDA O CASO:
1- Você leu acima uma pesquisa que nem vale lembrar.
2- Logo, esqueça e não pense mais nisso.
3- E nem pense em coisa alguma, já que você esquecerá mesmo depois.
4- E descubra que deixar de pensar é muito fácil. Basta ligar a TV.

* O jornal “O Primeiro de Abril” está no Facebook

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *