MST EXIGE QUE GOVERNO FORNEÇA JAPONESES PARA TRABALHAR POR ELES NO CAMPO

O MST ameaça parar de invadir terras imediatamente, se o governo não fornecer japoneses para trabalhar no lugar deles no plantio. Integrantes do Movimento Sem-Terra protestam porque hoje as áreas são entregues, mas sem ter nada para colher. E para completar, sem ter funcionários pagos pelo governo para trabalhar por eles, nestes assentamentos.

Depois de um ano assentados em assentos nos assentamentos, os líderes do movimento ameaçam sentar a mão nos produtores que produzem, e que fazem concorrência desleal. Além de pedir um japonês para cada sem-terra, a lista de reivindicações também exige para cada um a entrega de um trator, uma colhetadeira, caminhão, caminhonete, casarão, adega, sauna, campo de futebol, churrasqueira, e uma ajudante bonita e gostosa.

 

 

José

De la Vila

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *